sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Sede de Ser Mãe

Postado por Renata Palombo
Escrito por Adriana Silva Pinto Antonio
Fonte: Google Imagem

Adriana vem acompanhando nosso blog e manifestou seu desejo em poder publicar aqui sua história de construção com a maternagem. Seu texto enriqueceu muito nosso blog e foi muito bem vindo. Esperamos receber outros textos seus, Adriana!!

"Eu já tenho 31 anos, sou casada há 4 anos, já terminei a faculdade e tenho um bom emprego em uma boa empresa. Quando vem o herdeiro?

Eu não tenho resposta para essa pergunta, o que sei é que quero ser mãe. E esse é um desejo antigo, sempre tinha uma desculpa para prorrogar a realização deste sonho. Eu não tenho mais desculpas, agora tenho um problema para resolver, mas cada dia que passa meu útero parece que grita, pelo desejo de gerar um filho. Já não tomo pílulas anticoncepcionais há mais de dois anos, porque eu pretendo ter filho "logo". Mas uso outros métodos contraceptivos.

No início de 2010 minha menstruação atrasou por mais de 30 dias, fiquei eufórica com a possibilidade de estar grávida, procurei o médico e fiz o exame de sangue, e junto com ele fiz outros exames que estavam pendentes algum tempo, mas para minha surpresa eu não estava grávida, infelizmente. Enquanto o resultado do exame médico não saia eu ficava em devaneios, feliz da vida, fazendo vários planos, pensando se seria menino ou menina, se teria saúde, quem ficaria com ele para eu trabalhar etc. Para minha tristeza e felicidade (já explico) eu recebi o resultado: negativo.

Fiquei feliz, porque eu descobri que se eu estivesse grávida seria uma gravidez de risco para mim e para o bebê, pois junto com o resultado negativo do BHCG veio o de positivo para a Diabetes. Daquele dia em diante o desejo de ser mãe parece que tomou conta de mim, meses depois minha irmã mais velha nos deu a notícia que estava grávida. Nossa! Foi uma das melhores notícias na minha vida, curti todos os momentos até os mais difíceis com muita oração. E minha sede de ser mãe aumentou.

Poxa, porque é tão difícil tomarmos esta decisão e quando nos sentimos prontas, vem a vida e nos dá uma outra resposta? Já procurei minha ginecologista que me disse que eu não deveria ficar grávida agora, preciso controlar todas as minhas taxas e aí então pensar no assunto, mas eu já tenho 31 anos e não consigo controlar, o que faço com o desejo de ser mãe? Eu neste dilema: quero ter filhos, mas ainda não posso. Vem minha avó que eu tanto amo e me fez um pedido, "Filha quando você vai dar um netinho para vovózinha? Eu quero ver um filho seu".

Eu nunca pensei que fosse difícil realizar esse sonho, eu vejo tantas meninas (literalmente) com filhos nos braços, vejo tantas mães que jogam os seus filhos no lixo (choro todas às vezes), tantas crianças para adoção! Achei que fosse fácil tomar a decisão e "executar o plano", mas é muito mais complexo do que imaginei. E esse ano de 2012, vai ser um ano novo para mim, comecei este texto novembro de 2011 e só agora consegui terminar, isso porque muitas coisas aconteceram desde então e como sempre adiei mais um pouco.

Estou fazendo dieta há algum tempo, estou na luta para controlar as taxas e quem sabe daqui alguns meses eu possa começar a tentativa efetivamente. E aí vai ser outro capítulo da minha vida, seja feita a vontade de DEUS (é no que eu acredito)."

10 comentários:

Juliana disse...

Dri vai dar td certo. Está no momento entao de abaixar a diabetes, a ansuedade, as expectativas e agyardar a vontade de deus, q sabe todas as coisas na melhor hora. Orarei junto com vc e espero q ainds esse ano de nos alguma noticia. Bj bj

Renata Palombo disse...

Adriana, parece q a impossibilidade aumenta ainda mais nosso desejo de ser mãe. No meu caso tb fiquei um bom tempo sem querer ter filhos, mas somente depois q passei por uma experiência onde me senti impedida de exercer a maternagem foi q acendeu em mim esse desejo (no meu caso a impossibilidade que vivi nada teve a ver com questões físicas e biológicas)... Enfim... Hj sou mãe!! De duas preciosidades!! Espero q vc tb encontre seu caminho para a maternidade... Aconteça o q acontecer nunca se sinta impedida de ser mãe (http://descobrindoamaternagem.blogspot.com/2011/11/impedida-de-ser-mae.html). O desejo no seu coração já lhe torna uma! Vamos ficar muito felizes se vc quiser passar por aqui outras vezes para ir nos atualizando sobre essa sua linda busca através de outros posts...

Bia Hain disse...

Oi, Renata! Ser mãe realmente é uma benção, faça tudo certinho para poder estar preparada para realizar seu sonho. Um abraço!

Adriana disse...

Obrigada Juliana e Renata.

Ju, pela força e amiga que sempre foi.
Renata, por deixar eu por para "fora" o que sinto e o que penso.

Vou compartilhar vocês de mais novidades, pode apostar.

Beijos

Renata Palombo disse...

Bia, obrigada pela sua torcida mas eu sou a moderadora do blog. O Texto é da Adriana!!! Bjos.

Betania Lima disse...

Oi Adriana, não foi por nada que a Renata me passou essa msg. Tentei por quase 4 anos rs... Mas um dia eu estava conversando com alguém sobre esse assunto no pátio da igreja qdo alguem "especial" entrou no papo e nos disse: "Todas podemos ser mãe" - Não eh Renata?! Beijossss B.

Karina disse...

Adriana, so posso te dizer uma coisa, se vc tem entregue o seu desejo de ser mae nas maos do Senhor, tente descançar e creia que Ele sabe o melhor momento pra que isto aconteça, me identifiquei com sua historia qto à expectativa de varios dias de atraso, e tbm tive, no caso a bisavó do meu esposo, que na epoca ja tinha quase 97 anos de idade me pedindo por um tataraneto. Tudo isto mexe muito conosco. Demorou ainda alguns anos até que eu pudesse realizar o sonho dela e o meu, na época parecia que nunca aconteceria, mas hoje quando vejo meus filhos com 9 e 6 anos parece que foi tudo muito rápido e agradeço a Deus por estar na direçao de minha vida. Neste momento se concentre em cuidar da sua saúde e tudo vai dar certo! Bjos

Dani Castro disse...

Oi Renata,

Vim retribuir sua visita a nosso blog. Seja sempre bem vinda por lá:-)

Sei que muitas mulheres passam por isso. Conheço algumas ainda passando pela dificuldade de engravidar, com ou sem motivo físico. Vejo a montanha russa de sentimentos que passam e a crise que começa a se instalar no casamento, se os dois não tiverem muito respeito e amor um pelo outro.
Peça para ela ler o post da Raquel no meu blog. Aquele que você leu. Ela esperou 4 anos pelo bebê dela. E hoje ele está aqui. Pelo menos mostra que há uma esperança, quando às vezes nem esperamos mais.
http://opiniaosa.wordpress.com/2012/01/14/o-sonho-de-ser-mae-e-a-dificuldade-de-engravidar-parte-i/

Desejo muita sorte e sucesso para você e para ela,
Bjs
Dani

Renata Palombo disse...

Dani, eu já avisei a Adriana q há novos recados no post dela.
Obrigada pela visita!!!

Adriana disse...

adorei todos os comentários. E que seja feita a vontade de Deus. Se ainda não veio é porque não era hora.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...