domingo, 15 de janeiro de 2012

Mãe e Pai é diferente de Genitora e Genitor

Postado e Escrito por Renata Palombo
Fonte: Google Imagens
Há alguns dias tive a oportunidade de explicar para os meus filhos a diferença entre mãe e genitora / pai e genitor. Eu nunca tinha explicado isso antes tão diretamente porque nunca "abriram" para isso e eu  não podia ser invasiva a tal ponto de falar sobre algo que não quisessem ouvir, ou que talvez nem soubessem que poderiam ouvir.

Numa conversa informal, com alguém que não é do nosso convívio, a pessoa segredou-nos com certo constrangimento que uma de seus três filhos era adotada. Assim que a pessoa ausentou-se meus filhos começaram a fazer um monte de perguntas sobre o comportamento daquela pessoa e sobre o tema da adoção, assunto do qual conversamos abertamente e quase sempre sem constrangimentos.

O meu filho mais novo começou com um monte de falas onde ele usava a palavra PAI e MÃE para se referir a 4 pessoas diferentes e eu percebi que ele foi ficando muito confuso ao ponto de não conseguir mais organizar suas idéias e dizer o que ele realmente queria dizer, então eu achei que deveria tentar explicar uma coisa:

- Filho, pai e mãe é quem cuida, ama, dá carinho, educação, bronca. É quem levanta de madrugada pra cuidar do filho doente, é quem se preocupa com o que vai levar de lanche pra escola, é quem coloca pra dormir, quem ajuda a fazer boas escolhas... Sabe como chama quem só faz o filho e depois não cuida? Chama genitor. A mulher que carrega um filho na barriga e depois não ama, não cuida, não educa, não ajuda... essa mulher chama genitora.

Eu não quis dizer com isso que a genitora deles não tenha sido mãe ou que o genitor não tenha sido pai. Acho que isso é algo que eles é que vão ter que definir internamente significando conforme as lembranças que tiverem (embora eu tenha minha opinião sobre isso), mas agora eles já sabem a diferença até para poderem dar o significado que mais lhes fizer sentido.

Agora você também já sabe a diferença, então quando conhecer alguém que é adotado ou que tenha adotado evite questionar sobre a "mãe verdadeira" referindo-se a genitora. Não existe mãe de mentira. Mãe é Mãe.

Resposta do Diego após minha "explicação":
- Mãe, mesmo quando eu casar e for morar em outra casa e você for bem velhinha você vai continuar sendo minha mãe! (Isso foi uma afirmação)
- Vou sim. Pra sempre! Mãe é pra sempre!
- Mesmo que você morrer vai continuar sendo minha mãe! (Outra afirmação)
- Mesmo que eu morrer!

Eu sei que na "cabecinha" deles tudo deve ficar muito confuso. Deve ser dificil entender porque a vida deles é diferente da dos outros, porque a genitora também não pode ser a mãe ou a mãe a genitora... enfim...

Me conforta saber que (por ora) ele tem certeza do meu amor por toda a vida.

Filhos, amo vocês!!!

9 comentários:

Juliana disse...

Confusao, duvidas, questionamentos esta na cabeca de qualquer cca em tematicas diferentes. E em quase todos os casos a melhor forma de desconfundi los e atraves do amor, q por si so encaixa as pecas do quebra cabeca e da sentido as coisas. Assim como descobriu q ele a ama para sempre, nao tenha duvida q eles estso minuto a minuto construindo tmbem essa certeza. Sempre seremos diferente em alguma coisa e isso faz parte da vida, mas jamais diferente em relacao a vida.

Anônimo disse...

Mãe que lindo o que você escreveu, agora sei a diferença entre genitora e mãe. aprendi que mãe e pai é quem cuida, e agradeço muito há vocês por cuidarem do meu irmão e de mimm. Nós amamos muito vocês, são a família que pedimos a Deus. Dão amor, carinho, educação, compreensão e respito. E o mais importante ensina amar a Deus. bjos mãe

Ana Campos disse...

Gostei muito...a maneira de explicar e ensinar muito carinhosa...

obrigada pela visita lá no blog!

bjs

katia disse...

Ah Renata! eu nao devia ter lido isso justo hj ! (TPM) !!
To me desmanchando de chorar....

Karina disse...

Este post me emocionou muito e chorei, de alegria é claro porque alem de fã do blog sou fã desta família, vcs tem conseguido mudar os conceitos que sempre tive sobre adoção e com isto estou aprendendo a rever todos os meus conceitos de assuntos ainda nao vivenciados por mim. Obrigada!!

Giovana disse...

Re, parabéns... Deus lhe deu a oportunidade de ser uma mãe abençoada e ter filhos abençoados... Isso que o Diego disse é a mais profunda verdade, Mãe não deixa de ser Mãe nunca, mesmo que morra. (Aos prantos)
Bjos Giovana

Annette disse...

Adotei o meu filho e uso os termos 'mae de barriga'e 'mae de coracao' :)

Pedro Moreira disse...

e as crianças geradas pelas genitoras são chamadas como?

Renata Palombo disse...

Pedro, para mim uma mulher q coloca um ser humano no mundo e não assume, nao teve um filho teve apenas uma cria...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...